Manchas no rosto te incomodam? Conheça a solução para o controle do melasma.

As manchas marrons que surgem na pele incomodam muita gente e afeta diretamente na qualidade de vida das pessoas. Essas manchas são conhecidas como melasma. Em entrevista concedida, Pollyana Nascimento, esteticista especialista no tratamento de melasma, responde as principais dúvidas dos clientes que buscam tratamento e garante que essas manchas podem diminuir. O que é melasma, onde aparecem e porque aparecem? O melasma são manchas escuras que aparecem na pele, tanto facial como extra-facial. Ainda não se sabe ao certo porquê as manchas aparecem, mas estudos mostram que uma das causas pode estar relacionada à genética, desequilíbrios hormonais, uso de anticoncepcionais, gravidez e principalmente a exposição solar e luz ultravioleta. Qual o tratamento mais indicado? O melasma ainda não tem cura, mas tem controle! Nós da Clinica de Estética Pollyana Nascimento criamos um método exclusivo para o controle do melasma que ajudam a clarear as manchas e uniformizar a pele. Existe também protocolo livre de ácidos especialmente criado para atender as gestantes, lactantes e pessoas que fazem tratamento oncológicos. Para quem é indicado esse tratamento? É indicado para as pessoas que sofrem com o melasma, efelides, melanoses solar e manchas causadas pelas inflamações das acnes. Qual a contraindicação? O tratamento é contraindicado para quem esta fazendo uso de rocutam, laser facial ou qualquer procedimento que sensibiliza a pele. Como é realizado o pré-procedimento? Primeiramente será realizado a avaliação para que seja criado um protocolo de acordo com a necessidade do cliente, em seguida preparação da pele e acompanhamento do tratamento. Como é o procedimento? O procedimento é realizado com produtos clareadores a base de ácido tranexâmico e associações. É necessário ficar de repouso após o procedimento? Não. Apenas evitar exposição solar. Em quanto tempo o paciente pode perceber um resultado satisfatório? O tratamento em cabine dura em torno de mês meses, existem casos superficiais (melasma epidérmico) e casos mais profundos (melasma dérmico), nos dois casos nota se uma evolução de clareamento no primeiro ciclo. Porem o resultado esperado acontece no final do protocolo. Hidroquinona, vale a pena incluir no tratamento do melasma? Não, pois embora a hidroquinona gere efeito clareador, também gera efeitos indesejáveis na pele. Um dos motivos do efeito indesejado é por ela demorar 72 para ser excretada do organismo, gerando uma hipersensibilidade na pele. Além disso, existem também a acromia, que são manchinhas brancas que aparecem na pele e são causadas pelo fato da hidroquinona matar o melanócito, que são as células que liberam melanina na pele. A acromia não tem cura. Uma outra doença gerada pela hidroquinona, é a ocronose, que são manchas escurecidas, o que deixa a pele espessa. Qual o segredo para o controle do melasma? Para sucesso no tratamento, contamos com a disciplina na rotina diária no uso dos produtos para manutenção do tratamento, fazendo o acompanhamento periódico clinico da pele. Para as dúvidas frequentes que nós mulheres temos, Pollyana irá escrever neste espaço do jornal, para poder esclarecer as nossas preocupações frequentes sobre a pele e os cuidados que devemos ter. Desde então, agradecemos pela atenção e carinho que você teve por nós do Jornal Gazeta Cristã. Pollyana Nascimento Estética Moderna Tel. (62)3087-6798 / 99203-0909 Goiânia- Go

10 visualizações
  • Facebook
  • Instagram

© 2023 by Gazeta Cristã.