Josué, um anjo enviado por Deus

Atualizado: Mar 25




A nossa primeira história é de uma mulher guerreira, carismática e cheia de fé, Juliana Maluche Oliveira, nos fala da transformação que houve em sua vida há 3 anos atrás, quando o marido sofreu um grave acidente em 2016, ao mesmo tempo, ela se descobriu grávida do quinto filho, numa época muito difícil em sua vida.

Apesar de todas as dificuldades vivida, nada a fez desistir de lutar, por dias melhores, e assim o seu destino foi sendo traçado, cheio de altos e baixos, mas sempre acreditando em dias melhores. A sua fé inabalável, a fez forte para os problemas que iam surgindo na longa caminhada.


Juliana tem 41 anos, é natural de Curitiba - Paraná. Ela já mora aqui nos Estados Unidos , há mais de 20 anos, e no momento ela reside em Stoughton, Massachusetts, com a família. Hoje ela é mãe de cinco filhos: Gabriel com 19, Raphael com 10, Hadassah com 8, Jacob com 5 e Josué com 2 anos.


Juliana nos conta que: “ - O meu marido sofreu um acidente muito grave, ao qual o deixou 5 meses na cama. Alguns dias após o acidente, eu descobri que estava grávida do nosso quinto filho, o Josué, a princípio foi um choque receber a notícia da gravidez, porque o Jorge era o que trazia o sustento para a nossa casa, e eu pensava e ficava com muito medo, mas uma voz lá dentro de mim, sempre dizia: - O que será de nós?

Mas Deus tem um propósito em tudo. Com três meses de gravidez, eu fiz um exame de ultrassonografia morfológica, para ver se estava tudo bem com o bebê. Recebi os resultados dos exames e os médicos viram que a minha gestação e o feto não estavam normais, eles me aconselharam a interromper a gravidez.


O médico foi incisivo no diagnóstico e explicou que:

“ O problema mais simples que o nosso bebê poderia apresentar, seria não desenvolver, porque as alterações genéticas eram gravíssimas, e o ultrassom não mostrava os pés e as mãos dele.”

Sai de lá arrasada, chorei muito, e sem saber o que fazer, eu fui pra casa pedindo para Deus acalmar meu coração, pois naquele momento decidi ter o meu filho. Quando Josué nasceu, a minha primeira pergunta ao Jorge foi se ele tinha mãos e pés, pois assim que ele nasceu, eu não pude vê-lo, mas Deus com sua infinita misericórdia fez brotar as duas mãozinhas e seus dois pezinhos, que ao longo de mais de 40 ultrassonografias não aparecia. Deus ainda faz milagres e este foi o primeiro milagre do pequeno Josué.


Uma grande equipe já esperava pela chegada do Josué, assim que ele nasceu.Os exames constataram que Josué tinha nascido com 21 tipos de problemas físicos e de saúde.

Os médicos não tinham muita esperança e diziam que Josué iria ficar em estado vegetativo pelo resto da vida.

Eu confesso que eu entrei num luto, e fiquei por alguns dias muito triste, mas eu me lembrei de Deus me dizendo para manter a verdadeira fé dentro de mim, e resolvi que eu tinha que ficar forte naquele momento, pois o meu filhinho e toda a minha família precisavam de mim.


Desde que ele nasceu, Josué passou por 11 procedimentos, inclusive uma cirurgia no coração, quando ele tinha apenas 4 meses de vida.

Hoje graças a Deus, Josué é chamado pelos médicos, como “bebê milagre”, e ele é mesmo um guerreiro e um grande milagre. Sou grata a DEUS, por ter me ensinado mesmo numa fase tão difícil, a depender somente dele, pois o Senhor é o nosso socorro, bem presente na hora da nossa angústia.



Quero dizer pra você que em nossos desertos, temos duas opções, a primeira é deixar que Deus extraia o melhor que temos dentro de nós, que é a nossa

FÉ + Amor = Milagre, e seguir em frente glorificando ao nome do Senhor ou ficar prostrado e se lamentando dando uma de vítima.

Eu escolhi viver o melhor que é deixar ser usada por Deus e ser uma sobrevivente daquilo que estou vivendo hoje.

A minha família é a minha alegria, a minha força, a minha coragem e a minha grande missão de vida.”


SOU PRIVILEGIADA DE SER ESCOLHIDA PARA CARREGAR UM MILAGRE CHAMADO JOSUÉ.

Para mais informações: (781) 249-0279

1 visualização
  • Facebook
  • Instagram

© 2023 by Gazeta Cristã.